Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Alguém sabe o que é desespirro??? Porque os cães fazem isso?

406 visualizações

Respostas


O barulho é muito estranho - não é falta de ar, não é vômito, nem tosse, nem espirro. Muitas vezes o som é descrito como um engasgo repentino. Isso se chama espirro reverso. Pode ser normal para alguns cães e assustador para os donos que nunca presenciaram este espirro reverso.

No espirro reverso, a faringe tem espasmos e, de acordo com o texto "o cão encontra dificuldade em puxar o ar durante o espasmo, faz inspirações rápidas, fica parado, com o pescoço esticado, afasta as patas dianteiras aumentando o ângulo e produzindo um ronco, uma respiração dificultosa , um resfolegar que muitas vezes resulta na impressão de que o cão está engasgado ou prestes a morrer!(...)".

Parece que a solução é tampar o fuço do cão pra ele respirar pela boca, também engolindo saliva, o que cessa o ataque.

As causas ainda não foram elucidadas mas podem estar relacionadas a uma irritação no palato mole e garganta , causando o quadro de espasmos que assustam muitos cuidadores. Qualquer coisa que irrite a garganta pode causar o espasmo como excitação, comidas e bebidas, excesso de exercícios ou intolerância a eles, tração na coleira durante os passeios, pólen, corpos estranhos na garganta, perfumes, vírus, produtos químicos usados na casa e no canil, alergias, etc. Se o problema for identificado, afastá-lo dele muitas vezes resolve parcial ou totalmente o problema. Cães braquicefálicos como pugs e boxers, que apresentam o focinho achatado são muito afetados, mas no caso destas raças deve-se tomar cuidados redobrados pois há relatos científicos de alterações cardíacas secundárias ao espirro reverso.

Alguns cães apresentam estes episódios por toda a vida, outros desenvolvem episódios esporádicos e temporários que se resolvem por si só e outros ainda podem apresentá-los uma única vez e nunca mais.

O que fazer?

O espirro reverso se estimularmos o cão a engolir, massageando a garganta. Algumas vezes abrir a boca do cão e gentilmente puxar a língua dele ou dar-lhe algo de beber e comer também pode ajudar. Alguns cães têm episódios de espirro reverso tão frequentes que pode ser necessário a ajuda de medicamentos para reduzir sua frequência.

O que esperar?

Se ocorrer frequentemente (diariamente ou várias vezes por dia) e estiver associado com outros sinais clínicos, deve-se fazer um bom exame veterinário. Veja se há outros sinais anormais que possam indicar problemas mais sérios, incluindo corrimento nasal, sangramento nasal, espirros, dificuldade respiratria, deformidades faciais na área nasal, diminuição do apetite e/ou letargia.

É um espirro reverso;
Melhor resposta

O barulho é muito estranho - não é falta de ar, não é vômito, nem tosse, nem espirro. Muitas vezes o som é descrito como um engasgo repentino. Isso se chama espirro reverso. Pode ser normal para alguns cães e assustador para os donos que nunca presenciaram este espirro reverso.

No espirro reverso, a faringe tem espasmos e, de acordo com o texto "o cão encontra dificuldade em puxar o ar durante o espasmo, faz inspirações rápidas, fica parado, com o pescoço esticado, afasta as patas dianteiras aumentando o ângulo e produzindo um ronco, uma respiração dificultosa , um resfolegar que muitas vezes resulta na impressão de que o cão está engasgado ou prestes a morrer!(...)".
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo