Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta em aberto

Castrar ou não castrar, eis a questão. Quais os benefícios e os riscos quanto ao procedimento?

350 visualizações

Respostas


Depende de vc,se quiser perpetuar a geração do seu pet,deixe-o cruzar pelo menos uma vez.O benefício para a saúde da cachorra é otimo,previne algumas doenças.Os riscos são de um cirurgia normal:hemorragia,infecçao hospitalar e outros.Mas se levar em uma clínica de confiança não terá problemas.Se for aqui de São Paulo,tenho uma ótima para indicar.

Vantagens da Castração:

1) Diminui drasticamente o risco de doenças nas vias uterinas, do câncer de mama, útero, próstata e testículos;
2) Elimina a Gravidez Psicológica, comum em algumas fêmeas após o término do cio, o que ocasiona aumento das mamas (muitas vezes com edema), a produção de leite e irritabilidade excessiva;
3) Elimina o risco do câncer dos órgão genitais;
4) Diminui o risco das fugas e brigas, que podem acarretar acidentes graves e até fatais;
5) Acaba com os latidos, uivos e miados excessivos que ocorrem por ocasião do cio;
6) Elimina os estados de excitação por falta de cruzamento (e o embaraço com as visitas!);
7) Elimina a inconveniente perda de sangue das cadelas no período de cio, assim como as desagradáveis reuniões de machos na porta de sua residência;
8) Diminuiu o hábito dos gatos de urinar em paredes e móveis para marcar território. A urina também perde o odor forte e desagradável.



Mitos sobre a Castração:

- "Castração engorda?”
O animal não engorda devido à castração e sim pela diminuição de suas atividades físicas, necessitando, portanto, mais exercícios.A quantidade de alimento também poderá ser diminuida.

- "Eu não posso pagar!”
O custo da operação será amplamente compensado por futuros gastos com alimentação, vacinas, etc. do animal gestante e das crias. Ou de eventuais complicações no parto ou ainda despesas com cirurgias e medicamentos decorrentes de doenças em animais não castrados (ex. Piometra). Hoje, várias clínicas realizam castrações a preços reduzidos ou facilitam o pagamento. Consulte os Veterinários Solidários.

- “Eu sempre arrumo pra quem dar os filhotes”
Nem sempre isso é verdadeiro, sendo mais comum a atitude de querer se livrar de um problema. É sempre bom lembrar que uma fêmea pode gerar dezenas de filhotes que, por sua vez, crescerão e terão outras crias, multiplicando o problema. Para que deixar novos filhotes nascerem se não há lares suficientes para os que já existem?

- “Ele não tomará mais conta da casa.”
Os animais castrados não perdem o instinto de proteger seu território. Por outro lado, perde o indesejável costume de urinar em diversos cantos. Cabe ainda lembrar que animais castrados ficarão mais caseiros, deixando de se envolver em brigas na disputa de fêmeas.

- “Mas ela precisa ter pelo menos uma cria...”
Ter uma cria não acrescenta saúde ao animal e sim mais animais ao problema. Pesquisas mostram que, quanto mais cedo for realizada a castração, menores as chances da fêmea desenvolver câncer de mama. A castração também prevenirá o surgimento de Piometra, doença freqüente em fêmeas adultas.

CASTRADO O ANIMAL NÃO REPRODUZ, MAS SE NÃO CASTRAR A REPRODUÇÃO É CERTA

se for necessario sim ,mas se nao so serve para o bichinho engordar.

Sem sombra de dúvidas, o correto é castrar. O controle populacional é só um dos benefícios. Os ganhos para a saúde do pet são inúmeros.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo