Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta em aberto

como ajudar a minha gata dar cria???

870 visualizações

Respostas


Boa tarde, com uma chuva maravilhosa que está caindo aqui na minha cidade!

1: Aceite que, provavelmente, você não precisará fazer nada além de estar por perto para assegurar à gatinha que você está lá para ajudá-la.
2: Leve a gatinha prenha a um veterinário, se você puder
3: Prepare um ninho. Geralmente, ele vai mostrar sinais de querer se aninhar alguns dias antes de dar à luz, e essa é a oportunidade perfeita pra você direcioná-la ao lugar calmo e escurinho que preparou para ela. Corte uma caixa grande de papelão com os lados altos e coloque toalhas velhas, cobertores ou jornais, basicamente qualquer coisa velha e macia que você não usa e não se importa de ser suja. Não deve ter nenhum cheiro forte, porque a mamãe e seus filhotes se reconhecem pelo cheiro. A lavanderia ou banheiro são bons lugares para manter o ninho, para que nenhuma criança ou cachorro passe pelo lugar com frequência. A mamãe deve estar segura e relaxada em seu ninho.Ela deve ter acesso fácil à água fresca, um pouco de comida e a caixinha de área (que deve estar a pelo menos um metro de distância da comida e do ninho -- deixar perto demais aumenta a chance de doença).
4: Prepare uma caixinha de reserva para deixar os filhotes enquanto seus irmãozinhos estão nascendo. Ela deve ser perto ou dentro do ninho. Coloque ´garrafas com água morna embaixo com algumas toalhas por cima para protegê-los de se queimarem enquanto a caixa permanece quente. Não use uma bolsa de água quente, porque ela pode estar quente demais e acabar queimando os gatinhos.
5: Prepare a gata.
Se sua gata tem o pelo longo, você pode considerar cortá-lo ao redor da área da vulva alguns dias antes do parto. Algumas pessoas também recomendam cortar o pelo da área ao redor das tetinhas, para ajudar os filhotes a mamarem. Se você não puder fazer isso antes, não faça depois, porque isso poderia atrapalhar os filhotes na hora de reconhecerem o cheiro natural da mãe. Isso não necessário, mas pode ajudar você a ver se os filhotes estão saindo direito na hora do parto.
Continue alimentando a mãe com comida de boa qualidade até que ela tenha seu apetite diminuído, o que é um sinal comum antes de o trabalho de parto começar.
6: Conheça os sinais que mostram que sua rainha está entrando em trabalho de parto. Isso é geralmente chamado de Estágio 1 e irá durar entre 12 e 24 horas:
Ela se torna apática e inquieta, procurando por um lugar para se esconder (mostre a ela o ninho).
Ela se banha excessivamente, incluindo lambendo sua vulva.
Ela suspira e anda muito.
Ela irá ronronar e miar mais alto
Sua temperatura vai cair um pouco dos 38,9ºC padrões
Ela deve parar de comer
Ela pode vomitar
Ela pode despejar sangue pela vulva
7: Mantenha a calma. Assim que a mãe entrar no ninho e começar o trabalho de parto, a melhor coisa que você pode fazer é manter a calma e estar preparado. Se houve qualquer perturbação ou animais por peto, ou se ela for levada para um lugar estranho, ela vai atrasar o parto. Do contrário, o processo do nascimento está prestes a começar, o Estágio 2:
A "tampa" da placenta será expelida algumas horas antes do nascimento. Ela protegeu a região uterina de infecções durante a gravidez.
A região cervical começa a relaxar e a rainha começa a ter contrações uterinas.
As contrações aumentam quando o primeiro filhote entra no canal. Elas devem ser em intervalos de 2 a 3 minutos, e a mãe provavelmente estará em uma posição meio agachada. Ela pode chorar um pouco.
O fluido amniótico (bolha d'água) vem primeiro, seguido pelo gatinho (seja pela cabeça ou pelas patas traseiras).
Assim que o Estágio 2 do trabalho de parto começar, ele durará cerca de 30 minutos a uma hora, e então o primeiro filhote deve nascer. Cada filhote deve nascer com um intervalo de cerca de meia hora, às vezes até uma hora.
8: Certifique-se de que a mãe remova o saco amniótico de cada filhote. Essa membrana é geralmente removida pela mãe lambendo. O filhote deve estar respirando e se movendo em segundos. Se ela não ajudar o filhote, quebre a membrana rapidamente com sua mão (de luvas) na região do rosto do filhote para que ele possa respirar. Limpe seu rosto com um pano limpo e suave.
9: Cheque a placenta. Há uma placenta por filhote, e ela deve ser expelida depois do nascimento de cada filhote. Certifique-se de que todas elas foram eliminadas, porque uma placenta que ficar dentro da mãe vai infecionar e pode matá-la, a não ser que você busque ajuda médica. Não tente puxar a placenta, porque você pode puxar um cordão umbilical e romper o útero, matando sua gata.
Note que a mãe normalmente come a placenta. Ela está cheia de hormônios e nutrientes que precisam voltar ao corpo, então não interfira nesse processo -- apenas certifique-se de que ela não tenta comer o filhote junto por falta de experiência.
Você pode querer deixá-la comer as primeiras duas ou três placentas, e então levar o resto embora, porque muitos nutrientes podem causar diarreia e vômito.
10: Corte o cordão umbilical de cada gatinho se a mãe não fizer isso sozinha. Espere por cinco minutos depois do nascimento antes de cortar você mesmo. Use um fórceps para segurá-lo, e então corte com tesoura. Faça um corte picado ao invés de um reto e seco, porque este causará mais sangramento, deixando mais espaço para complicações. Deixe cerca de 2,5 cm ligados ao filhote.Se estiver em dúvida, erre para mais do que para menos, só se lembre de que se o cordão ficar preso e secar em cima de alguma parte do corpo do gatinho, ele pode perder um membro ou morrer. Lave a ponta do cordão com uma solução antisséptica para evitar infecção. Depois que você cortar o cordão, se continuar a sangrar, você pode amarrá-lo com fio dental sem cera.
11: Ajude colocando os filhotes na segunda caixa. Quando ela estiver dando à luz, você pode ajudá-la colocando os filhotes que já nasceram na segunda caixa, a que você deixou aquecendo. Isso é opcional e ajuda a proteger os filhotes se a mãe estiver se movendo muito. Fique ligado para o fato de que a mãe (que pode ser muito protetora com seus gatinhos) pode não gostar dessa ação. Se você estiver desconfortável em movê-los, apenas lembre-se de que os animais fazem isso sem precisar da intervenção humana há séculos.
Nunca mexa nos filhotes sem luvas. Você não quer transferir seu cheiro humano a eles, porque isso pode interferir com o processo de cuidado de mãe e filhote.
Se eles acabaram de nascer, segure-os gentilmente de cabeça para baixo, para ajudar os fluidos a saírem dos pulmões.
Devolva os filhotes à mãe rapidamente.
12: Certifique-se de que os filhotes mamem o mais cedo possível. O leite inicial tem colostro valioso com anticorpos para os filhotes. Saiba que os filhotes são cegos e surdos quando nascem, então eles vão procurar os mamilos da mãe pelo cheiro e tato. Às vezes, eles fazem isso logo de cara, em outras, eles esperam alguns minutos para se recuperarem do nascimento. Se houver algum problema com o leite, isso pode ser indicado pelos gatinhos tentarem mamar e miarem ao invés disso. A mãe pode esperar até que todos os filhotes tenham nascido antes de permitir que eles mamem. Às vezes, porém, ela pode não ter leite saindo. Procure um veterinário, ele pode ajudar a estimulá-la.
13: Anote todos os nascimentos. Anote a hora de nascimento, o sexo, o peso (use uma balança de cozinha) e quando a placenta saiu.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo