Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Fale a respeito do cãozinho "Balto".

205 visualizações

Respostas

Melhor resposta

Passeando pelo Central Park me deparei com a estátua de um cachorro, esculpida por Frederick Roth, fiquei curiosa e resolvi saber mais sobre a história de BALTO.
Balto foi um cão rafeiro, metade husky siberiano, metade lobo, conhecido por sua astúcia. Nascido em 1919, aos cuidados do norueguês Leonhard Seppala, criador de husky siberiano e corredor de trenó, Balto foi “descartado” como reprodutor, sendo cadastrado aos seis meses de idade, devido ao fato de não se enquadrar no perfil de cão de corrida. Entretanto, Balto foi empregado nas tarefas de mineração e, aos olhos de Seppala, possuía características de um cão líder. Em 1925 houve uma epidemia de difteria em Nome no Alaska, que se alastrou entre as crianças da cidade. Por causa das tempestades de neve, que bloquearam todos os meios de comunicação, era impossível a chegada de medicamentos. A única solução para obter os remédios seria a utilização de um trenó puxado por uma matilha de cães liderados por Balto.
Foi através de 20 condutores de trenó com 150 cães em um processo de revezamento com pontos de trocas, cobrindo o equivalente a mais de mil quilômetros em um tempo recorde de pouco mais de cinco dias a solução encontrada para o transporte, constituindo assim a “Corrida do Soro”, ou “Great Race of Mercy”.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo