Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta em aberto

PORQUE ACONTECE TER MUITOS FILHOTES UMA CADELA,DEPOIS ELA MESMA COME A METADE,TEM UMA EXPLICAÇÃO PARA ISSO.

504 visualizações

Respostas


Prezada, Boa Noite. Embora nao tenha presenciado isso, dizem que
o fato acontece por stress pos parto, por uma serie de fatores que vao do perigo a falta de privacidade.

Sim e a tendência natural é eliminar os espécimes fracos, doentes ou defeituosos, as vezes não é maldade ou problemas na mãe, mas sim um instinto natural que garanta uma prole saudável. Se a cadela tiver filhotes doentes e cuidar deles durante o período normal, ela irá atrasar o cio e evitar de poder ter filhotes saudáveis da próxima vez...

Olá Rita!

Então, li em um site que algumas gatas comem seus filhotes por diferentes motivos e hipóteses, apesar de cientificamente nenhuma delas serem comprovadas, mas as mais prováveis são:

* Filhote fraco ou menor que os demais filhotes: Quando levado em consideração este fator, a mãe age por instinto, ou seja, quando ela percebe que um dos filhotes tem menor chance de sobrevivência que os demais da cria. Trata-se da chamada seleção natural, isto é, a mãe ao notar que o filhote não tem chances de sobreviver ou poderá sofrer futuramente, ela simplesmente o mata para poupá-lo... é como se a mãe desistisse de seu filhote.

* Filhote com má formação: Outro motivo pelo qual há algumas gatas que comem seus filhotes é quando os filhotes nascem com determinados tipos de má formação que também leva a mãe agir por instinto, como o fator anterior. Desta forma, a mãe come o filhote pelo fato dele não conseguir sobreviver, algo que aconteceria normalmente na natureza, e há casos em que a mãe coma todos ou a grande maioria por impulso.

* Mãe com carência nutricional: Quando a mãe está sofrendo com déficit de certos nutrientes, a mesma pode comer seus filhotes ou também abandoná-los, já que na maioria das vezes ela pode ser incapaz de amamentá-los.

* Durante a limpeza do cordão umbilical: O fato dos gatos possuírem a língua muito áspera pode fazer com que durante a limpeza o cordão umbilical seja cortado, levando ao sangramento. E com a finalidade de limpar o sangue, a gata lambe o filhote compulsivamente que promovem machucados e lesões na pele sensível do filhote recém-nascido. Isso pode fazer com que a gata identifique que seu filhote possui algum tipo de má formação, levando-a a comê-lo por instinto.

Em todo caso, fique atenta durante o parto para evitar este tipo de problema, e caso a gata já tenha eliminado um filhote, tenha atenção redobrada para evitar este tipo de comportamento.

Olá Rita!

Então, li em um site que algumas gatas comem seus filhotes por diferentes motivos e hipóteses, apesar de cientificamente nenhuma delas serem comprovadas, mas as mais prováveis são:

* Filhote fraco ou menor que os demais filhotes: Quando levado em consideração este fator, a mãe age por instinto, ou seja, quando ela percebe que um dos filhotes tem menor chance de sobrevivência que os demais da cria. Trata-se da chamada seleção natural, isto é, a mãe ao notar que o filhote não tem chances de sobreviver ou poderá sofrer futuramente, ela simplesmente o mata para poupá-lo... é como se a mãe desistisse de seu filhote.

* Filhote com má formação: Outro motivo pelo qual há algumas gatas que comem seus filhotes é quando os filhotes nascem com determinados tipos de má formação que também leva a mãe agir por instinto, como o fator anterior. Desta forma, a mãe come o filhote pelo fato dele não conseguir sobreviver, algo que aconteceria normalmente na natureza, e há casos em que a mãe coma todos ou a grande maioria por impulso.

* Mãe com carência nutricional: Quando a mãe está sofrendo com déficit de certos nutrientes, a mesma pode comer seus filhotes ou também abandoná-los, já que na maioria das vezes ela pode ser incapaz de amamentá-los.

* Durante a limpeza do cordão umbilical: O fato dos gatos possuírem a língua muito áspera pode fazer com que durante a limpeza o cordão umbilical seja cortado, levando ao sangramento. E com a finalidade de limpar o sangue, a gata lambe o filhote compulsivamente que promovem machucados e lesões na pele sensível do filhote recém-nascido. Isso pode fazer com que a gata identifique que seu filhote possui algum tipo de má formação, levando-a a comê-lo por instinto.

Em todo caso, fique atenta durante o parto para evitar este tipo de problema, e caso a gata já tenha eliminado um filhote, tenha atenção redobrada para evitar este tipo de comportamento.

Olá Rita!

Então, li em um site que algumas gatas comem seus filhotes por diferentes motivos e hipóteses, apesar de cientificamente nenhuma delas serem comprovadas, mas as mais prováveis são:

* Filhote fraco ou menor que os demais filhotes: Quando levado em consideração este fator, a mãe age por instinto, ou seja, quando ela percebe que um dos filhotes tem menor chance de sobrevivência que os demais da cria. Trata-se da chamada seleção natural, isto é, a mãe ao notar que o filhote não tem chances de sobreviver ou poderá sofrer futuramente, ela simplesmente o mata para poupá-lo... é como se a mãe desistisse de seu filhote.

* Filhote com má formação: Outro motivo pelo qual há algumas gatas que comem seus filhotes é quando os filhotes nascem com determinados tipos de má formação que também leva a mãe agir por instinto, como o fator anterior. Desta forma, a mãe come o filhote pelo fato dele não conseguir sobreviver, algo que aconteceria normalmente na natureza, e há casos em que a mãe coma todos ou a grande maioria por impulso.

* Mãe com carência nutricional: Quando a mãe está sofrendo com déficit de certos nutrientes, a mesma pode comer seus filhotes ou também abandoná-los, já que na maioria das vezes ela pode ser incapaz de amamentá-los.

* Durante a limpeza do cordão umbilical: O fato dos gatos possuírem a língua muito áspera pode fazer com que durante a limpeza o cordão umbilical seja cortado, levando ao sangramento. E com a finalidade de limpar o sangue, a gata lambe o filhote compulsivamente que promovem machucados e lesões na pele sensível do filhote recém-nascido. Isso pode fazer com que a gata identifique que seu filhote possui algum tipo de má formação, levando-a a comê-lo por instinto.

Em todo caso, fique atenta durante o parto para evitar este tipo de problema, e caso a gata já tenha eliminado um filhote, tenha atenção redobrada para evitar este tipo de comportamento.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo