Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta em aberto

A DOENÇA DO CARRAPATO É TRANSMITIDA DO PROPRIO CARRAPATO

221 visualizações

Respostas


Olá Rita!

Sim!

A doença do carrapato, também conhecida como hemoparasitose, é uma das mais temidas pelos donos de cachorros, pois, apesar de possuir tratamento e cura, os seus sintomas causam preocupação e a enfermidade também pode ser fatal para o pet.
Se apresentando de dois modos (erlichiose (ou erliquiose) e babesiose), a doença do carrapato é mais comumente transmitida através do rhipicephalus sanguineus, o conhecido carrapato marrom, que se aloja no corpo do cachorro e se alimenta de seu sangue. As duas formas da doença são causadas por agentes diferentes, e também podem acometer o cachorro juntas, agravando ainda mais o estado clínico do animal.

Olá Rita!

Sim!

A doença do carrapato, também conhecida como hemoparasitose, é uma das mais temidas pelos donos de cachorros, pois, apesar de possuir tratamento e cura, os seus sintomas causam preocupação e a enfermidade também pode ser fatal para o pet.
Se apresentando de dois modos (erlichiose (ou erliquiose) e babesiose), a doença do carrapato é mais comumente transmitida através do rhipicephalus sanguineus, o conhecido carrapato marrom, que se aloja no corpo do cachorro e se alimenta de seu sangue. As duas formas da doença são causadas por agentes diferentes, e também podem acometer o cachorro juntas, agravando ainda mais o estado clínico do animal.

Olá Rita!

Sim!

A doença do carrapato, também conhecida como hemoparasitose, é uma das mais temidas pelos donos de cachorros, pois, apesar de possuir tratamento e cura, os seus sintomas causam preocupação e a enfermidade também pode ser fatal para o pet.
Se apresentando de dois modos (erlichiose (ou erliquiose) e babesiose), a doença do carrapato é mais comumente transmitida através do rhipicephalus sanguineus, o conhecido carrapato marrom, que se aloja no corpo do cachorro e se alimenta de seu sangue. As duas formas da doença são causadas por agentes diferentes, e também podem acometer o cachorro juntas, agravando ainda mais o estado clínico do animal.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo