Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta em aberto

como eu sei que realmente sarna no meu cãozinho???????????????

435 visualizações

Respostas


Prezado Amigo BP, as maneiras de identificar a sarna, espero ter transmitido (de maneira assertiva), logo abaixo.

A sarna em cães é, basicamente, uma doença causada por ácaros e que atinge a pele dos cães. Os ácaros estão sempre presentes no corpo dos cães, contudo, alguns tipos de ácaros desencadeiam reações mais nocivas e que incomodam o cão.

Ao contrário do que se pode pensar, não são só cães que vivem na rua que podem adquirir a sarna, muito pelo contrário. Os agentes da sarna em cães se encontram em cobertores, estofados e, até mesmo, nos brinquedos dos cachorros. Qualquer cãozinho é candidato a adquirir sarna, portanto é importante que o dono já tenha alguma ideia sobre como prevenir, diagnosticar e tratar a doença.

As sarnas são patologias cutâneas e algumas delas são zoonoses (ou seja, podem ser transmitidas dos animais de estimação como cão e gato para os seres humanos.). As mais conhecidas, no mundo veterinário, são a sarna demodécica ( "sarna negra", causada pelo ácaro Demodex canis) e a sarna sarcóptica , ou também conhecida como "escabiose".(causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei)

A demodécica não é considerada uma zoonose. Há predisposição racial (Pastor alemão,Lhasa-Apso,Pitbull , mas pode acometer qualquer raça de cachorro).Geralmente passa da cadela para os filhotes, por isso retirar machos/fêmeas portadores da reprodução.

As lesões podem ser locais ou generalizadas. A forma generalizada normalmente ocorre em cães idosos com doenças sistêmicas ou após tratamento com drogas imunossupressoras.

Características clínicas

Áreas alopécicas na região da face, membros ou dorso.Eritema (vermelhidão), pústulas ("bolhas", vesículas), hiperpigmentação, escamas, colaretes epidérmicos.O prurido (coceira) é ausente, exceto quando houver piodermite concomitante.

Diagnóstico

Raspado de pele em áreas alopécicas corado com potassa = revela o ácaro Demodex canis. Otoscopia revela: eritema e secreção ceruminosa abundante seguido de parasitológico de cerúmen. Exame histopatológico : utilizado para fechar o diagnóstico em cães da raça Shar pei, que apresentam muita mucina ,o que dificulta a visualização do ácaro.Este é o exame de eleição para shar pei.Em casos de pododermatite também, devido à hiperqueratose.

Diagnóstico Diferencial

Dermatofitose e Piodermites, que são pruriginosas.

Tratamento

Banhos semanais com peróxido de benzoíla 2,5 %. Amitraz (Triatox®) – diluir 4 mL em 1 L de água.Cuidado com efeitos hipoglicemiantes e outros adversos.Em caso de piodermite tratar antes de inciar o amitraz. OU Ivermectina (Ivomec®) – 0,6 mg/Kg SID 3 meses.Contra indicado para : Collie,Border Collie, Pastor de Shetland, Old english sheepdog.

OU Milbemicina (Interceptor®) – alternative para as raças que não podem usar a Ivermectina. 0,5 mg/Kg SID. Alta do paciente – só após 3 raspados negativos consecutivos.A primeira reavaliação é feita em 8 semanas.

A sarna sacóptica, ou escabiose, é uma zoonose além de poder ser transmitida entre os humanos infectados.

É altamente pruriginosa , ou seja , a coceira é intensa.As lesões incluem: eritema, crostas hemorrágicas e escoriações.Há alopecia. O diagnóstico é igual ao da demodécica porém em casos de suspeita de escabiose em animais, realiza-se o teste do reflexo otopedal, se positivo confirma-se escabiose.(atritar a orelha do animal levemente e o mesmo irá mexer a pata traseira na tentaiva de coçar a orelha.)

Todos os contactantes , animais e seres humanos, mesmo que assintomáticos devem ser tratados. Dar banhos por 3 dias consecutivos e mais 4 banhos semanais com shampoos acaricidas (tetraetiltiruram por exemplo) e aplicar Ivermectina por exemplo.Outras drogas podem ser utilizadas, assim como na demodécica. Como prevenção: descartar jornais diariamente,lavar fômites, panos etc.

Esperando ter colaborado.

Fraternalmente,

Gilmar
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo