Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Como se manifesta a Leishmaniose?

1022 visualizações

Respostas

Melhor resposta


Já nos animais a doença se manifesta por fraqueza, queda de pelos, vômito, diarreia, sinais na pele (principalmente na região das orelhas e face), crescimento das unhas, cães tristonhos e com musculatura diminuída e emagrecimento.

A Leishmaniose Canina manifesta-se na maioria das vezes como uma doença viscero-cutânea, porque há envolvimento dos órgãos internos (medula óssea, gânglios linfáticos, baço e fígado) e alterações cutâneas.

É geralmente uma doença crónica, cujos sinais clínicos podem desenvolver-se entre 3 meses a 7 anos após a infecção. Com a cronicidade da doença, os animais infectados produzem anticorpos de uma forma exagerada que se vão depositar nas paredes dos vasos sanguíneos levando a lesões em vários tecidos e órgãos, como as articulações, olhos, intestino e rins. Nos cães, as lesões nos rins conduzem ao desenvolvimento de insuficiência renal crónica, a qual, geralmente, é a principal causa de morte por leishmaniose canina.

Os sinais clínicos desta doença são muito variáveis. Geralmente começam com uma apatia progressiva e intolerância ao exercício. As lesões da pele são das mais frequentes; geralmente não causam prurido e começam com uma perda de pêlo progressiva acompanhada de seborreia seca podendo surgir feridas. Alguns animais desenvolvem úlceras no nariz e pavilhões auriculares. Nalguns cães desenvolvem-se lesões oculares. O crescimento exagerado das unhas e o corrimento nasal sanguinolento (epistáxis) são também sinais muito frequentes. A perda de peso e a atrofia muscular são dos sinais mais frequentes quando existe um comprometimento visceral (fígado, baço, rins), mesmo que o animal tenha aumento do apetite.

Quando os cães desenvolvem insuficiência renal crónica, o seu estado geral agrava-se bastante. Nesta fase, os animais apresentam anorexia, poliúria (urinam muito) e polidipsia (ingerem mais água). Nas fases mais adiantadas desta insuficiência podem também apresentar vómitos e diarreia.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo