Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Quais são os doenças que pode ser transmitida para o homem ?

229 visualizações

Respostas

Melhor resposta

As zoonoses – de forma simplificada – são as doenças dos animais que podem ser transmitidas ao homem. Elas são muitas e variadas. Umas são relativamente freqüentes e outrRAIVA
É também conhecida como hidrofobia e causada por um vírus. Trata-se de uma doença incurável e fatal contra a qual existe tanto vacina como soro mas não tratamento depois que a doença se manifestou. Diversos países estão livres dessa doença que se torna cada vez mais rara. Existem a raiva urbana e raiva selvagem. A grande maioria dos casos humanos acontece nas cidades e são devidos a mordidas de cães raivosos.

Os morcegos também são transmissores de raiva, principalmente os que se alimentam de sangue e principalmente da raiva dos animais domésticos de campo, como os bovinos e os eqüinos.
Existem dois tipos de raiva animal, em relação aos sintomas: a raiva furiosa e a raiva muda ou paralítica.

Na fase que antecede à manifestação mais gritante da doença, os animais apresentam alterações de conduta, procuram se esconder em locais escuros, ficam anormalmente agitados.. O animal se assusta ao menor estímulo. O apetite diminui ou acaba e a região onde ele foi mordido fica irritada. Depois de 1 a 3 dias o cão fica perigosamente agressivo, com tendência a morder objetos, animais e até o próprio dono. Muitas vezes, morde-se a si próprio, provocando sérias feridas. A salivação é abundante porque o cão não consegue engolir a saliva em decorrência da paralisia dos músculos da deglutição. A raiva dos gatos é, na maioria das vezes, do tipo furioso com sintomatologia semelhante à dos cães. Os bovinos e eqüinos contraem raiva, principalmente através da mordedura de morcegos infectados. A sintomatologia, entretanto é diferente.



BABESIOSE
Sinônimo: Piroplasmose. É uma doença causada por um protozoário do gênero Babesia. Existem 40 espécies desse gênero que parasitam diferentes vertebrados domésticos e silvestres. Em condições naturais, as babésias são transmitidas por diferentes carrapatos.

Nas pessoas não esplenectomizadas, a doença se instala de maneira gradativa, produzindo falta de apetite, fadiga, febre, sudorese e dores musculares generalizadas . A recuperação é lenta e a fadiga permanece durante vários meses. A sintomatologia da babesiose nos diferentes animais domésticos é parecida. A babesiose bovina que, do ponto de vista econômico, é a mais importante, pode seguir um curso benigno com cura espontânea ou num curso grave que termina na morte.

Os reservatórios são os animais domésticos e silvestres. A infecção é transmitida de um animal para outro e, acidentalmente, para o homem, através do carrapato.



TIFO TRANSMITIDO POR PULGAS
É conhecido também como tifo urbano e tifo endêmico.
É de ocorrência esporádica e tem relação direta com a população de ratos.



FEBRE Q
É conhecida também como febre dos matadouros. A febre Q se apresenta de forma esporádica ou em surtos. A infecção humana, muitas vezes, não produz sintomas e quando se manifesta clinicamente pode ser confundida com outras doenças que produzem

Quando a doença fica crônica, afeta, principalmente, o sistema cardiovascular. A mortalidade é inferior a 1%.

A febre Q já foi diagnosticada em quase todas as espécies de animais domésticos e em muitas espécies de animais silvestres, inclusive aves.

A principal fonte de infecção para o homem são os animais domésticos ou seus produtos contaminados. A maneira principal de transmissão é através dos aerossóis.



PESTE
Um micróbio é causador da peste. A peste urbana foi controlada em quase todo o mundo e a peste rural também está em queda. Existem mais de 200 espécies ou subespécies de roedores silvestres infectados. Nos focos naturais, a peste selvagem se perpetua pela circulação contínua do micróbio transmitido de um roedor para outro por pulgas.

Os gatos domésticos que entram em contato com roedores e/ou suas pulgas, podem contrair a infecção, adoecer e transmitir a infecção para o homem. Existem, também, evidências em camelos e os ovinos.



LEPTOSPIROSE
São conhecidas duas espécies do micróbio. A primeira, é patogênica (capaz de causar doença) para o homem e animais enquanto a segunda está espalhada na natureza, encontra-se em águas superficiais e raramente está associada a infecções nos mamíferos. Quando o paciente evolui para a cura, a produção de urina (diurese) se restabelece e a icterícia diminui. A convalescença dura de um a dois meses, durante os quais a febre pode reaparecer por uns dias, assim como as dores de cabeça, as dores musculares e o mal estar geral.

Os bovinos, suínos, eqüinos; ovinos; caprinos; cães e gatos, assim como alguns animais silvestres também pode contrair a leptospirose.

A principal via de transmissão é através da urina contendo leptospiras que contaminam o meio ambiente, como a água (no caso das enchentes, por exemplo, quando a água pode ser contaminada pela urina de animais doentes, como os ratos que são portadores mas não adoecem).



DERMATOFITOSE
É também conhecida como tinha e causada por diversos fungos que provocam uma infecção superficial na pele, unhas e cabelo. Ela ocorre com muita freqüência em gatos e cães e, geralmente, sem apresentar sintomas. Outros reservatórios desses fungos transmissíveis ao homem, são os bovinos, os eqüinos e os roedores. Cerca de 90% dos gatos infectados não apresentam lesões. Nos cães , as lesões são mais freqüentes e aparentes e podem aparecer em qualquer parte do corpo. A transmissão para o homem se dá por contato com um animal doente ou portador ou de forma indireta por esporos desprendidos juntos com fragmentos de pele dos animais. Os fungos permanecem vivos durante meses ou até mesmo anos no epitélio descamado.
Outros exemplos de zoonoses: febre amarela, a salmonela, a dengue e a tuberculose.as raras
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo