Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Prezados, falem sobre as dificuldades da tercedira idade canina.

180 visualizações

Respostas

Melhor resposta

Boa Tarde!

Ééé... sei bem o que é isso Gilmar! Tenho uma SRD de 9 aninhos e já tem algum tempo que percebemos que esta fase chegou para ela.
O problema maior que notamos é o aumento de peso. A Pitchula já era gordinha por genética, mas engordou bem mais, principalmente depois da cirurgia que ela fez devido a piometria, e, como ela fica com minha mãe, por não se dar bem com as outras duas lá de casa, não tenho tanto controle na alimentação dela... mas a ração é própria para cães nesta fase.
Outra coisa que notamos com a chegada da velhice da Pitchula foi a inflamação das articulações. Quase tive um treco nesta ocasião. Sempre que eu saía de dentro de casa ela vinha me receber, mas este dia não o fez... lógico que achei estranho ela lá deitadinha sem nem sequer se mover. Corri até ela e ela gemia. Peguei ela no colo e levei um susto enorme quando olhei pra patinha dela: estava enormeeeee de tão inchada. Corremos com ela para o veterinário da cidade vizinha (Visto que o daqui não confio nem um pouco) e lá ele deu o diagnóstico de artrite. Ele disse que em virtude do peso dela e por lá na casa da minha mãe ser tudo na cerâmica lisa, isso iria acontecer, ainda mais pela idade. Logo após um tempinho da medicação a patinha dela já desinchou e ela voltou a andar! Se não me falha a memória isso aconteceu apenas duas vezes depois deste episódio. Graças a Deus, rsrs!!! Nestes casos, o animalzinho também pode mancar e ter dificuldades para pular ou subir em certos locais. Alguns podem até mesmo sentirem dor na região da coluna.
Como mencionei um pouco mais à cima, as cadelas podem desenvolver piometria, que é uma infecção uterina. A Pitchula nesta ocasião, apresentou um aumento do abdômen, apatia e não comia de jeito nenhum... a água então, eu forçava ela tomar através de uma seringa. A cirurgia dela foi às pressas, visto que no veterinário (que fica na cidade vizinha) só retirou o sangue e mandou para uma outra cidade para ser feito o exame. Quando o resultado chegou, o veterinário pediu para levarmos ela com urgência, pois ela estava com uma infecção muito feia... ele não sabe dizer nem como ela suportou! Mas, graças a Deus, correu tudo bem!
Outra coisa que notamos foi o aparecimento de tumores. No caso da Pitchula, foram tumorzinhos na pele. Crescem pequenas bolas. Ela tem uma na região da virilha e uns 2 na região do abdômen. Só que estes tumores dela não estão enraizados, estão só na pele. Por isso o veterinário apenas passou um remédio de uso humano, chamado Corticorten 5mg. Sempre que as bolinhas começam a crescer a gente já entra com a medicação. Aí para por uns tempos e volta a crescer... e assim vai... graças a Deus não foi o caso da Pitchula, mas podem existir tumores ligados a câncer nesta fase, principalmente os de mama. Vale ficar alerta!
Outra coisa que notamos na Pitchula são a perda dos dentes! Tá aí um problema que me deixa triste de certa forma. Ela perdeu uns 3! Ela não tem os dentinhos saudáveis e o certo era ela passar por um veterinário que faça a remoção do acúmulo de tártaro que ela possui em todos os dentes, mas os veterinários daqui não fazem este processo! Infelizmente!
O cãozinho nesta fase também podem ter uma perda audição. A Pitchula, às vezes, nem percebe que cheguei na minha mãe!
Outros sintomas, que graças a Deus não é o caso da Pitchula, também podem ser observados, como:
* Doenças do coração
* Catarata
* Insuficiência renal crônica
* Diabetes

É, Minha Cara, convivo no dia a dia com o Boby, já convivi com o Duque e é triste, porém, faz parte da vida de todos Nós.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo