Blupet
Olá visitante, faça login para participar:
Pergunta respondida

Fale a respeito da raça canina "Pastor de Shetland".

281 visualizações

Respostas

Melhor resposta

Prezada Amiga BP, agora pedes que aprendamos sobre o Sheltie. Obrigado pela pedida, pois, o Pastor de Shetland, carinhosamente apelidado de Sheltie pelos seus admiradores, encanta pela sua beleza, o amor aos donos e o prazer em agradá-los. Essa "Belza Canina é ideal para quem se impressiona com a beleza do Collie, mas não tem o espaço suficiente para criá-lo, já que o Sheltie se adapta facilmente a espaços pequenos, desde que exercitados diariamente. Tá vendo, Querida Amiga BP, essa a razão para lhe agradecer, já tive oportunidade de vê-lo, porém, julguei ser um R Collie, enfim, mais uma história digna de ser retransmitida, é o que fazemos, logo, abaixo:

O Pastor de Shetland, está entre as 10 raças mais inteligentes e tem um desejo enorme de agradar seu dono e sua família, sendo facilmente adestrado. Por ser um cão pastor, pode ter a tendência de latir em demasia.

Família: pastoreio, pecuária
Grupo do AKC: Pastores
Área de origem: Escócia (Ilhas Shetland)
Função Original: pastor de ovelhas
Tamanho médio do macho: Alt: 33-40 cm, Peso: 9 kg
Tamanho médio da fêmea: Alt: 33-40 cm, Peso: 9 kg
Posição no ranking de inteligência: 6ª posição
Padrão da raça: confira aqui



Energia
Gosto por brincadeiras
Amizade com outros cães
Amizade com estranhos
Amizade com outros animais
Proteção
Tolerância ao calor
Tolerância ao frio
Necessidade de exercício
Apego ao dono
Facilidade de treinamento
Guarda
Cuidados com a higiene do cão


Origem e história da raça

Os ancestrais do Pastor de Shetland foram os pastores da Escócia que também estão nas raízes do Collie e do Border Collie. Alguns desses cães eram bem pequenos, medindo cerca de 45 cm de altura. É quase certo que o Pastor de Shetland deriva desses primeiros cães do tipo Collie, que foram depois produzidos nas Ilhas Shetland. Alguns cães da ilha também podem ter tido um papel e mesmo o Cavalier King Charles Spaniel preto e castanho. A escassez de vegetação favorecia um gado menor e os cães necessários para pastoreá-los eram proporcionalmente menores. Em uma terra com poucas cercas, um pastor adaptado era essencial para manter o rebanho longe das terras cultivadas. Como todos os cães de fazenda, eles pastoreavam não apenas ovelhas, mas também pôneis e galinhas. Em algumas áreas distantes, era costume manter os animais em casa durante o inverno, e o amável cão pastor conquistou seu lugar como parte da família. Por causa desse isolamento do resto do mundo, a raça se definiu em um tempo relativamente curto. A frota naval britânica costumava frequentar as ilhas para manobras e levava filhotes para serem criados na Inglaterra. Os primeiros cães eram chamados de “toonie dogs” (“toon” era o termo usado em Shetland para “fazenda”), mas eles começaram a ser exibidos (por volta de 1906) como Shetland Collies. Os criadores de collies não aceitaram esse o nome, que foi mudado para Pastor de Shetland. A raça é muito mais chamada por seu apelido “Sheltie”. Nos primeiros anos na Inglaterra, criadores costumavam cruzar Shelties com Collies de pelo áspero na tentativa de melhorar suas características Collie. Essa prática gerou Shelties de tamanho acima da média e não voltou a ser feita. Acompanhando a imensa popularidade do Collie, o Sheltie se tornou o cão perfeito para famílias que procuravam um cão de estimação leal, marcante e de tamanho menor, e hoje é uma das raças mais populares do mundo.


Temperamento do Pastor de Shetland

O Pastor de Shetland é extremamente inteligente, sensível e com desejo de agradar. Essa combinação faz dele um cachorro muito obediente, que aprende rápido e muito devotado à família. Além de gentil, brincalhão, amável e companheiro, ele é ótimo com crianças, embora possa mordiscar calcanhares nas brincadeiras. Ele late bastante.


Cuidados com o Pastor de Shetland

O Shetie é enérgico, mas fica feliz com uma longa caminhada, uma corrida curta ou umas sessões de treino. Ele é muito ligado à sua família e deveria ser um cachorro da casa. Seu pelo cheio precisa ser escovado a cada dois dias.


Saúde do Pastor de Shetland

Principais Preocupações: dermatomiosite
Preocupações Menores: CEA, PRA, triquíase, catarata, hemofilia, Doença De Legg-Perthes, luxação da patela
Vistos Ocasionalmente: PDA, surdez, epilepsia, vWD
Exames sugeridos: olhos, quadris, DNA para vWD
Expectativa de Vida: 12-14 anos
Observações: pode ser sensível a ivermectina. Merles não devem ser cruzados com merles. A geração de Merles homozigotos pode ser fatal ou afetar a saúde.


Cães semelhantes ao Pastor de Shetland

Pastor Australiano
Bearded Collie
Pastor Belga
Border Collie

Ensejando ter contribuido e que Todos tenham se encantado, como este Aprendiz, por mais esta Bela Raça.

Fraternalmente,

Gilmar

O Pastor de Shetland, ou simplesmente “Sheltie”, está entre as 10 raças mais inteligentes e tem um desejo enorme de agradar seu dono e sua família, sendo facilmente adestrado. Por ser um cão pastor, pode ter a tendência de latir em demasia.Origem e história da raça

Os ancestrais do Pastor de Shetland foram os pastores da Escócia que também estão nas raízes do Collie e do Border Collie. Alguns desses cães eram bem pequenos, medindo cerca de 45 cm de altura. É quase certo que o Pastor de Shetland deriva desses primeiros cães do tipo Collie, que foram depois produzidos nas Ilhas Shetland. Alguns cães da ilha também podem ter tido um papel e mesmo o Cavalier King Charles Spaniel preto e castanho. A escassez de vegetação favorecia um gado menor e os cães necessários para pastoreá-los eram proporcionalmente menores. Em uma terra com poucas cercas, um pastor adaptado era essencial para manter o rebanho longe das terras cultivadas. Como todos os cães de fazenda, eles pastoreavam não apenas ovelhas, mas também pôneis e galinhas. Em algumas áreas distantes, era costume manter os animais em casa durante o inverno, e o amável cão pastor conquistou seu lugar como parte da família. Por causa desse isolamento do resto do mundo, a raça se definiu em um tempo relativamente curto. A frota naval britânica costumava frequentar as ilhas para manobras e levava filhotes para serem criados na Inglaterra. Os primeiros cães eram chamados de “toonie dogs” (“toon” era o termo usado em Shetland para “fazenda”), mas eles começaram a ser exibidos (por volta de 1906) como Shetland Collies. Os criadores de collies não aceitaram esse o nome, que foi mudado para Pastor de Shetland. A raça é muito mais chamada por seu apelido “Sheltie”. Nos primeiros anos na Inglaterra, criadores costumavam cruzar Shelties com Collies de pelo áspero na tentativa de melhorar suas características Collie. Essa prática gerou Shelties de tamanho acima da média e não voltou a ser feita. Acompanhando a imensa popularidade do Collie, o Sheltie se tornou o cão perfeito para famílias que procuravam um cão de estimação leal, marcante e de tamanho menor, e hoje é uma das raças mais populares do mundo.


Temperamento do Pastor de Shetland

O Pastor de Shetland é extremamente inteligente, sensível e com desejo de agradar. Essa combinação faz dele um cachorro muito obediente, que aprende rápido e muito devotado à família. Além de gentil, brincalhão, amável e companheiro, ele é ótimo com crianças, embora possa mordiscar calcanhares nas brincadeiras. Ele late bastante.


Cuidados com o Pastor de Shetland

O Shetie é enérgico, mas fica feliz com uma longa caminhada, uma corrida curta ou umas sessões de treino. Ele é muito ligado à sua família e deveria ser um cachorro da casa. Seu pelo cheio precisa ser escovado a cada dois dias.Cães semelhantes ao Pastor de Shetland

Pastor Australiano
Bearded Collie
Pastor Belga
Border Collie
Collie“>Collie.
Imagem rodapé

© 2013 Sopa Team

Voltar ao topo